Bolsanoro durante a campanha eleitoral (2018)
Bolsonaro durante a campanha presidencial. Reprodução: Instagram.
Memeflix Nacional. Bolsonaro
Memeflix Nacional. Bolsonaro durante a campanha presidencial. Reprodução: Instagram.
Memeflix Nacional - Bolsonaro
Memeflix Nacional. Bolsonaro durante a campanha presidencial. Reprodução: Instagram

6

políticas do ponto br
ao ponto net

“Pandemia global, a Covid-19 é também uma pandemia de imagens. Nela se consolidou um novo vocabulário visual, fundado em estéticas da vigilância e da extroversão da intimidade, cruzando a aceleração do cotidiano, pela digitalização da vida, com a perda de horizontes plasmada pela resiliência da Covid-19.”

“Ao longo de toda a campanha eleitoral, diante das (próprias) câmeras, o candidato Bolsonaro ria, ficava sério, desafiava ‘a mídia’, preparava o pão com leite condensado do seu café da manhã, ia ao açougue e fazia churrasco. Aparecia no barbeiro, posava com a filha, descansava no sofá e compartilhava mimos recebidos de seguidores anônimos. De camiseta esportiva, shorts, e mesmo de terno e gravata, já no posto de presidente, ele não fala com seu eleitor, ele o exprime. E, ao exprimi-lo, transforma-o em um herói, convidando o eleitor a eleger-se a si próprio.”

BIBLIOGRAFIA

ALLIEZ, E.; LAZZARATO, M. Guerras e Capital. São Paulo: Ubu Editora, 2021.

MARINO, A., ROLNIK, R. et. al. Simplificação da leitura do comportamento da epidemia no território dificulta seu enfrentamento. 4 jun. 2020. Disponível em: <http://www.labcidade.fau.usp.br/simplificacao-da-leitura-do-comportamento-da-epidemia-no-territorio-dificulta-seu-enfrentamento/>.

BARTHES, R. O óbvio e o obtuso. Tradução: Léa Novaes. 2a edição ed. Rio de Janeiro, RJ: Nova Fronteira, 1990.

BARTHES, R. Fotogenia eleitoral. In: Mitologias. Tradução: Rita Buorgeminio e Pedro de Souza. 6a. ed. São Paulo: Difel, 1985. p. 102–104.

BAUDELAIRE, C. As janelas. In: Pequenos poemas em prosa (Le Spleen de Paris). Rio de Janeiro: Athena, 1937. p. 45.

BAUMGÄRTEL, T. Arte en la red y net art. In: Netescopio: Desmontajes. Badajoz: Meiac (Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo), 2009. p. 5–14.

BAZICHELLI, T. A Reflexion on the activist Strategies in the Web 2.0 Era. Towards a New Language Criticism. [vector b#22]. Jan. 2009. Disponível em: <http://www.virose.pt/vector/b_22/bazzichelli.html>.

BEIGUELMAN, G. Territorializzación y agenciamiento en las redes (en busca de la Anna Karenina de la era da movilidad). In: BEIGUELMAN, G.; LA FERLA, J. (orgs..). Nomadismos tecnológicos: dispositivos móviles, usos masivos y prácticas artísticas. Colección Fundación Telefonica. Buenos Aires: Ariel, 2010. v. 27, p. 137–150.

BEIGUELMAN, G. Redes reais: arte e ativismo na era da vigilância compartilhada. Rapsódia, n. 12, p. 65–78, 2018. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/rapsodia/article/view/153434>.

BEIGUELMAN, G. Coronavida: pandemia, cidade e cultura urbana. São Paulo: Escola da Cidade, 2020.

BENTES, I. Mídia Multidão. Estéticas Da Comunicação e Biopolíticas. Rio de Janeiro: Mauad X, 2015.

CASTELLS, M. Redes de indignação e esperança. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

CASTELLS, M. Communication Power. 2a ed. Oxford; New York: OUP Oxford, 2009.

CASTILHO, D. Um vírus com DNA da globalização: o espectro da perversidade. Espaço e Economia, v. 9, n. 17, 6 abr. 2020. Disponível em: <http://journals.openedition.org/espacoeconomia/10332>.

CHAGAS, V. A cultura dos memes. Aspectos sociológicos e dimensões políticas de um fenômeno do mundo digital. Salvador: Fapex – Edufba, 2020.

CHAGAS, V. et al. Political memes and the politics of memes: A methodological proposal for content analysis of online political memes. First Monday, 1 fev. 2019. <https://journals.uic.edu/ojs/index.php/fm/article/view/7264>.

CHAGAS, V. “Não tenho nada a ver com isso”: cultura política, humor e intertextualidade nos memes das Eleições 2014. XXV Encontro Anual da Compós. Anais… In: COMPÓS. Goiânia: UFG, 2016. Disponível em: <http://compos.org.br/biblioteca/artigo-compos-2016-fullpaper2_3326.pdf>

COVID19 Tracker Apps. Disponível em: <https://fs0c131y.com/covid19-tracker-apps/>. Acesso em: 30 ago. 2020.

Cristiane Brasil faz vídeo se defendendo de ações trabalhistas. Disponível em: <https://www.facebook.com/radiobandeirantes/videos/1693301400726350>.

DANTAS, C. Pretos têm 62% mais chance de morrer por Covid-19 em São Paulo do que brancos. G1, 20 abr. 2020. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/04/28/pretos-tem-62percent-mais-chance-de-morrer-por-covid-19-em-sao-paulo-do-que-brancos.ghtml>.

DANTO, A. C. A Transfiguração Do Lugar-Comum. Tradução: Vera Pereira. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

DAWKINS, R. O gene egoísta. Belo Horizonte; São Paulo: Itatiaia; Edusp, 1979.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil Platôs – Capitalismo e esquizofrenia. Tradução: Peter Pál Pelbart e Janice Caiafa. São Paulo: Editora 34, 2005. v. 5

DEMOS, T. J. Against the Anthropocene – Visual Culture and Environment Today. Berlin: Sternberg Press, 2020a.

DEMOS, T. J. Beyond the World’s End: Arts of Living at the Crossing. [s.l.] Duke University Press, 2020b.

DERRIDA, J. Gramatologia. Tradução: Miriam Chnaiderman e Renato Janine Ribeiro. São Paulo: Perspectiva, 1973. v. 16

DEUTSCHE, R. Krzysztof Wodiczko’s “Homeless Projection” and the Site of Urban “Revitalization”. October, n. 38, p. 63–98, 1986.

DIDI-HUBERMAN, G. Cascas. Tradução: André Telles. São Paulo: 34 Letras, 2017.

Em coletiva, Bolsonaro fala sobre fusão de ministérios e previdência. Jornal Nacional. Disponível em: <https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/11/01/em-coletiva-bolsonaro-fala-sobre-fusao-de-ministerios-e-previdencia.ghtml>.

EXAME. Bolsonaro sobre covid-19: “Não vou sentir nada, fui atleta e levei facada”. 30 mar. 2020. Disponível em: <https://exame.com/brasil/bolsonaro-sobre-covid-19-nao-vou-sentir-nada-fui-atleta-e-levei-facada/>.

FINOTTI, L., CASTRO, M. de. NecropoIi[s]tics. Disponível em: <https://bergamingomide.com.br/exposicao/necropolistics>.

FOSS, S. K. Framing the Study of Visual Rhetoric: Toward a Transformation of Rhetorical Theory. In: Defining visual rhetorics. New Jersey: Taylor & Francis e-Library, 2008. p. 303–314. Disponível em: <https://doi.org/10.4324/9781410609977>.

FOUCAULT, M. Isto não é um cachimbo. Tradução: Jorge Coli. Rio de Janeiro: Zahar, 1988.

Francisco Proner. Disponível em: <https://www.franciscoproner.com>.

GALLOWAY, A. R. Protocol: How Control Exists After Decentralization. Cambridge, Mass.: MIT Press, 2006.

GIAIMO, C. The Spiky Blob Seen Around the World. The New York Times, 1 abr. 2020. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2020/04/01/health/coronavirus-illustration-cdc.html>

GIANNETTI, C. VI Mostra 3M de Arte Digital: WhatsAppropriation. São Paulo: ELO3, 2015.

GRIFFITHS, S. Why your internet habits are not as clean as you think. Disponível em: <https://www.bbc.com/future/article/20200305-why-your-internet-habits-are-not-as-clean-as-you-think>.

GURMAN, M. Apple, Google Bring Covid-19 Contact-Tracing to 3 Billion People. Bloomberg.com, 10 abr. 2020. Disponível em: <https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-04-10/apple-google-bring-covid-19-contact-tracing-to-3-billion-people>.

HAIDER, N. et al. COVID-19-Zoonosis or Emerging Infectious Disease? Frontiers in Public Health, v. 8, p. 596944, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.3389/fpubh.2020.596944>.

HAMBURGER, E. I. War of Images and Messages. Disponível em: <https://revista.drclas.harvard.edu/war-of-images-and-messages/>. Acesso em: 3 abr. 2021.

HAMBURGER, E. I. Guerra das Imagens. Rapsódia, n. 12, p. 25–44, 8 jan. 2018. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/rapsodia/article/view/153431>

HARARI, Y. N. The world after coronavirus. Financial Times, 20 mar. 2020. Disponível em: <https://www.ft.com/content/19d90308-6858-11ea-a3c9-1fe6fedcca75>

HARAWAY, D. Antropoceno, Capitaloceno, Plantationoceno, Chthuluceno: fazendo parentes. ClimaCom Cultura Científica, v. 3, n. 5, p. 139–146, abr. 2016a. Disponível em: <http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/antropoceno-capitaloceno-plantationoceno-chthuluceno-fazendo-parentes/>.

HARAWAY, D. J. Staying with the Trouble: Making Kin in the Chthulucene. Illustrated Durham: Duke University Press, 2016b.

HITCHCOCK, A. Rear Window. Alfred J. Hitchcock Productions, 1954. Disponível em: <https://mubi.com/pt/films/rear-window/trailer>.

HU, B. et al. Characteristics of SARS-CoV-2 and COVID-19. Nature Reviews. Microbiology, v. 19, n. 3, p. 141–154, mar. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.1038/s41579-020-00459-7>.

IPD Líderes Mundiais. mar. 2021. Disponível em: <https://ipdquaest.com.br/app/ipd.php?ca_id=183>.

JAYO, M. Olhai por nóis. Uma falsificação arquitetônica se reveste de verdade. Minha Cidade, v. 18, n. 213.03, abr. 2018. Disponível em: <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/18.213/6945>.

JENKINS, H. Twitter Revolutions?. Spreadable Media, 2012. Disponível em: <http://spreadablemedia.org/essays/jenkins/#.YLPlGvlKhPZ>.

JORNAL NACIONAL. MTST invade tríplex em Guarujá que é atribuído ao ex-presidente Lula | Globoplay, 16 abr. 2018. Disponível em: <https://globoplay.globo.com/v/6667552/>.

LATOUR, B. Facing Gaia: Eight Lectures on the New Climatic Regime. Tradução: Catherine Porter. Cambridge, UK; Medford, MA: Polity, 2017.

LEMOS, A. A tecnologia é um vírus: pandemia e cultura digital. Porto Alegre: Sulina, 2021.

LÉVY, P. O que é o virtual? Tradução: Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 1996.

LIMA, D. Zumbi Somos Nós. Frente 3 de Fevereiro. 2004. Disponível em: <https://youtu.be/9g7m12ixqjM>.

LOVINK, G.; TUTERS, M. They Say We Can’t Meme: Politics of Idea Compressionnon. copyriot, 11 fev. 2018. Disponível em: <https://non.copyriot.com/they-say-we-cant-meme-politics-of-idea-compression/>.

MACHADO, D. J. et al. Fundamental evolution of all Orthocoronavirinae including three deadly lineages descendent from Chiroptera-hosted coronaviruses: SARS-CoV, MERS-CoV and SARS-CoV-2. Cladistics, 26 abr. 2021. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/cla.12454>.

MACHADO, L.; RODRIGUES, R. Segundo maior cemitério de São Paulo suspende enterros por falta de vagas, dizem funcionários. G1, 30 mar. 2021. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/03/30/segundo-maior-cemiterio-de-sao-paulo-fecha-temporariamente-por-falta-de-vagas-dizem-funcionarios.ghtml>.

MAGRITTE, R. La trahison des images [Ceci n’est pas une pipe], 1929. Reprodução disponível em: <https://collections.lacma.org/node/239578>

MALINI, F.; ANTOUN, H. A internet e a rua: ciberativismo e mobilização política nas redes sociais. Porto Alegre: Sulina, 2013.

Manifestações de junho de 2013. Jornal Nacional – Memória. 17 jun. 2013. Disponível em: <https://memoriaglobo.globo.com/jornalismo/jornalismo-e-telejornais/jornal-nacional/reportagens-e-entrevistas/manifestacoes-de-junho-de-2013/>.

MANOVICH, L. The Language of New Media. Cambridge, Mass.: MIT Press, 2002.

MARZOCHI, I. F. Jogos de cena: ensaios sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Doutorado em estudo dos meios e produção mediática. São Paulo: ECA-USP, Universidade de São Paulo, 2012.  Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-22052013-110822/pt-br.php>. 

MATEUS, S. Introdução à Retórica no Séc. XXI. LabCom Books, 2018. Disponível em: <https://labcom.ubi.pt/ficheiros/201804271553-201807_introretorica_smateus.pdf>

MBEMBE. Necropolítica: biopoder, soberania, estado de exceção, política da morte. 1São Paulo: n-1 edições, 2018.

MOHERDAUI, L. Telas urbanas: do néon às projeções efêmeras. Galáxia (São Paulo). n. 45, pp. 179-193, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1982-25532020346223>.

MOORE, J. W. (org.). Anthropocene or Capitalocene?: Nature, History, and the Crisis of Capitalism. Oakland: PM Press, 2016.

NAVAS, E. Remix Theory: The Aesthetics of Sampling. Viena: Ambra, 2012.

NOLAN, C. The Dark Knight. Warner Bros., Legendary Entertainment, Syncopy, 2008. Disponível em: <https://youtu.be/LDG9bisJEaI>.

OBRINGER, R. et al. The overlooked environmental footprint of increasing Internet use. Resources, Conservation and Recycling, v. 167, p. 105389, 1 abr. 2021. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0921344920307072>.

O’CALLAGHAN-GORDO, C.; ANTÓ, J. M. COVID-19: The disease of the anthropocene. Environmental Research, v. 187, p. 109683, 1 ago. 2020. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0013935120305764>.

OTTONI, A. Cidades desertas, florestas queimando: assistindo 2020 de nossas poltronas. Revista ARA, v. 10, n. 10, p. 301–336, 20 fev. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v10i10p301-336>.

PELBART, P. P. Necropolítica tropical. São Paulo: n-1 edições, 2018.

PIFFER, M. Aprisionados. 2021.

POLYDORO, F. DA S.; COSTA, B. S. A apropriação da estética do amador no cinema e no telejornal. Líbero, v. 17, n. 34, p. 89–98, dez. 2014. Disponível em: <http://seer.casperlibero.edu.br/index.php/libero/article/view/103>.

Public Health Image Library. Disponível em: <https://phil.cdc.gov/Details.aspx?pid=23311>.

RANCIÈRE, J. O destino das imagens. Tradução: Mônica Costa Netto. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012a.

RANCIÈRE, J. O espectador emancipado. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012b.

RANCIÈRE, J. A partilha do sensível: Estética e política. Tradução: Monica Costa Netto. 2a edição ed. São Paulo: Editora 34, 2009.

ROMERO, S. Their Government in Chaos, Brazilians Fear the Joke Is on Them. The New York Times, 27 maio 2017. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2017/05/26/world/americas/brazil-michel-temer-corruption.html>.

ROLNIK, R. SANTORO, P. et. al. Circulação para trabalho explica concentração de casos de Covid-19. Labcidade, 30 jun. 2020. Disponível em: <http://www.labcidade.fau.usp.br/circulacao-para-trabalho-inclusive-servicos-essenciais-explica-concentracao-de-casos-de-covid-19/>.

SAFATLE, V. Bem vindo ao estado suicidário. Disponível em: <https://www.n-1edicoes.org/textos/23>.

SASSEN, S. Locating cities on global circuits. Environment & Urbanization, v. 14, n. 1, p. 13–30, abr. 2012. Disponível em: < <http://www.saskiasassen.com/PDFs/publications/Locating-Cities-on-Global-Circuits.pdf>.

SCHWARCZ, L. M. O dirigente, a criança e o futuro. Revista Zum, 20 dez. 2020. Disponível em: <https://revistazum.com.br/colunistas/o-dirigente-a-crianca-e-o-futuro/>.

GABRIEL, T. Secundaristas realizam ALESP Fashion Week em ocupação. Vai dá pé, 6 maio 2016. Disponível em: <http://vaidape.com.br/?p=16551>.

SHIFMAN, L. Memes in Digital Culture. Cambridge, Massa.: MIT Press, 2013.

STEYERL, H. In Defense of the Poor Image. In: The Wretched of the Screen. Berlin: Sternberg Press, 2020. p. 38–45.

 “Todos nós vamos morrer um dia”: Veja falas de Bolsonaro sobre o cornavírus. UOL, 2 maio 2020. Disponível em: <https://youtu.be/oegOQ_IakoU>.

‘Você é uma pessoa horrível’, diz Barroso a Gilmar Mendes em sessão do STF. Veja, 21 mar. 2018. Disponível em: <https://youtu.be/TSrU4gFfblE>.

Via transmissão de celular, Bolsonaro fala com população na Av. Paulista. Jair Bolsonaro. 21 out. 2018. Disponível em: <https://youtu.be/H9wxneOnIOI>

VIDAL, J. We are creating conditions for diseases like COVID-19 to emerge. Disponível em: <https://ensia.com/features/covid-19-coronavirus-biodiversity-planetary-health-zoonoses/>.

VIRILIO, P. La inseguridad del territorio. Tradução: Thierry Jean-Eric Iplicjian e Jorge Manuel Casas. Buenos Aires: La Marca Editora, 2000.

VIRILIO, P. El procedimiento silencio. Tradução: Jorge Fondebrider. Buenos Aires: Paidos, 2002.

WARNKE, M. Databases as Citadels in the Web 2.0. In: LOVINK, G.; RASCH, M. (Eds.). Unlike Us Reader – Social Media Monopolies and Their Alternatives. Amsterdam: Institute of Network Cultures, 2013. p. 76–88. Disponível em: <https://networkcultures.org/blog/publication/unlike-us-reader-social-media-monopolies-and-their-alternatives>.

6

políticas do ponto br ao ponto net

A autora propõe, nos seis ensaios deste novíssimo livro, uma reflexão sobre o estatuto da imagem no mundo contemporâneo. Desde o surgimento da fotografia,  e depois do cinema, que o universo das imagens técnicas não conhecia um processo de transformação tão radical quanto o do nosso tempo. As imagens tornaram-se as principais interfaces de mediação do cotidiano, ocupando a comunicação, as relações afetivas, a infraestrutura, as estéticas da vigilância e os sistemas de escaneamento dos corpos na cidade. Ao falar em políticas da imagem, ela defende que as imagens são, para além de lugar da transmissão de ideias e linguagens, o próprio campo das tensões e disputas políticas da atualidade.

Beiguelman associa a invenção e distribuição massiva de smartphones a um novo regime de vigilância, não mais instituído pelo Estado, mas resultado da captação sistemática de dados pessoais, oferecidos deliberadamente pelos usuários às plataformas de mídias sociais – a dadosfera. A incontável produção de imagens nos feeds e stories de redes sociais, câmaras de vigilância e registros oficiais configuram, segundo ela, uma nova estética da vigilância.

Imagem digital, selfies, memes, aplicativos de envelhecimento da imagem, waze e google maps, vídeos deep fakes, escaneamento corporal, a internet das coisas, máquinas de reconhecimento facial, inteligência artificial, projeções de protesto em empenas nas cidades, censura digital, todas essas novidades do mundo contemporâneo são analisadas por Giselle Beiguelman para descrever (e ao mesmo guiar o leitor a reconhecer no mundo a sua volta) o papel da imagem nas relações sociais hoje.

ALLIEZ, E.; LAZZARATO, M. Guerras e Capital. São Paulo: Ubu Editora, 2021.

MARINO, A., ROLNIK, R. et. al. Simplificação da leitura do comportamento da epidemia no território dificulta seu enfrentamento. 4 jun. 2020. Disponível em: <http://www.labcidade.fau.usp.br/simplificacao-da-leitura-do-comportamento-da-epidemia-no-territorio-dificulta-seu-enfrentamento/>.

BARTHES, R. O óbvio e o obtuso. Tradução: Léa Novaes. 2a edição ed. Rio de Janeiro, RJ: Nova Fronteira, 1990.

BARTHES, R. Fotogenia eleitoral. In: Mitologias. Tradução: Rita Buorgeminio e Pedro de Souza. 6a. ed. São Paulo: Difel, 1985. p. 102–104.

BAUDELAIRE, C. As janelas. In: Pequenos poemas em prosa (Le Spleen de Paris). Rio de Janeiro: Athena, 1937. p. 45.

BAUMGÄRTEL, T. Arte en la red y net art. In: Netescopio: Desmontajes. Badajoz: Meiac (Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo), 2009. p. 5–14.

BAZICHELLI, T. A Reflexion on the activist Strategies in the Web 2.0 Era. Towards a New Language Criticism. [vector b#22]. Jan. 2009. Disponível em: <http://www.virose.pt/vector/b_22/bazzichelli.html>.

BEIGUELMAN, G. Territorializzación y agenciamiento en las redes (en busca de la Anna Karenina de la era da movilidad). In: BEIGUELMAN, G.; LA FERLA, J. (orgs..). Nomadismos tecnológicos: dispositivos móviles, usos masivos y prácticas artísticas. Colección Fundación Telefonica. Buenos Aires: Ariel, 2010. v. 27, p. 137–150.

BEIGUELMAN, G. Redes reais: arte e ativismo na era da vigilância compartilhada. Rapsódia, n. 12, p. 65–78, 2018. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/rapsodia/article/view/153434>.

BEIGUELMAN, G. Coronavida: pandemia, cidade e cultura urbana. São Paulo: Escola da Cidade, 2020.

BENTES, I. Mídia Multidão. Estéticas Da Comunicação e Biopolíticas. Rio de Janeiro: Mauad X, 2015.

CASTELLS, M. Redes de indignação e esperança. Tradução: Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

CASTELLS, M. Communication Power. 2a ed. Oxford; New York: OUP Oxford, 2009.

CASTILHO, D. Um vírus com DNA da globalização: o espectro da perversidade. Espaço e Economia, v. 9, n. 17, 6 abr. 2020. Disponível em: <http://journals.openedition.org/espacoeconomia/10332>.

CHAGAS, V. A cultura dos memes. Aspectos sociológicos e dimensões políticas de um fenômeno do mundo digital. Salvador: Fapex – Edufba, 2020.

CHAGAS, V. et al. Political memes and the politics of memes: A methodological proposal for content analysis of online political memes. First Monday, 1 fev. 2019. <https://journals.uic.edu/ojs/index.php/fm/article/view/7264>.

CHAGAS, V. “Não tenho nada a ver com isso”: cultura política, humor e intertextualidade nos memes das Eleições 2014. XXV Encontro Anual da Compós. Anais… In: COMPÓS. Goiânia: UFG, 2016. Disponível em: <http://compos.org.br/biblioteca/artigo-compos-2016-fullpaper2_3326.pdf>

COVID19 Tracker Apps. Disponível em: <https://fs0c131y.com/covid19-tracker-apps/>. Acesso em: 30 ago. 2020.

Cristiane Brasil faz vídeo se defendendo de ações trabalhistas. Disponível em: <https://www.facebook.com/radiobandeirantes/videos/1693301400726350>.

DANTAS, C. Pretos têm 62% mais chance de morrer por Covid-19 em São Paulo do que brancos. G1, 20 abr. 2020. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2020/04/28/pretos-tem-62percent-mais-chance-de-morrer-por-covid-19-em-sao-paulo-do-que-brancos.ghtml>.

DANTO, A. C. A Transfiguração Do Lugar-Comum. Tradução: Vera Pereira. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

DAWKINS, R. O gene egoísta. Belo Horizonte; São Paulo: Itatiaia; Edusp, 1979.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil Platôs – Capitalismo e esquizofrenia. Tradução: Peter Pál Pelbart e Janice Caiafa. São Paulo: Editora 34, 2005. v. 5

DEMOS, T. J. Against the Anthropocene – Visual Culture and Environment Today. Berlin: Sternberg Press, 2020a.

DEMOS, T. J. Beyond the World’s End: Arts of Living at the Crossing. [s.l.] Duke University Press, 2020b.

DERRIDA, J. Gramatologia. Tradução: Miriam Chnaiderman e Renato Janine Ribeiro. São Paulo: Perspectiva, 1973. v. 16

DEUTSCHE, R. Krzysztof Wodiczko’s “Homeless Projection” and the Site of Urban “Revitalization”. October, n. 38, p. 63–98, 1986.

DIDI-HUBERMAN, G. Cascas. Tradução: André Telles. São Paulo: 34 Letras, 2017.

Em coletiva, Bolsonaro fala sobre fusão de ministérios e previdência. Jornal Nacional. Disponível em: <https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/11/01/em-coletiva-bolsonaro-fala-sobre-fusao-de-ministerios-e-previdencia.ghtml>.

EXAME. Bolsonaro sobre covid-19: “Não vou sentir nada, fui atleta e levei facada”. 30 mar. 2020. Disponível em: <https://exame.com/brasil/bolsonaro-sobre-covid-19-nao-vou-sentir-nada-fui-atleta-e-levei-facada/>.

FINOTTI, L., CASTRO, M. de. NecropoIi[s]tics. Disponível em: <https://bergamingomide.com.br/exposicao/necropolistics>.

FOSS, S. K. Framing the Study of Visual Rhetoric: Toward a Transformation of Rhetorical Theory. In: Defining visual rhetorics. New Jersey: Taylor & Francis e-Library, 2008. p. 303–314. Disponível em: <https://doi.org/10.4324/9781410609977>.

FOUCAULT, M. Isto não é um cachimbo. Tradução: Jorge Coli. Rio de Janeiro: Zahar, 1988.

Francisco Proner. Disponível em: <https://www.franciscoproner.com>.

GALLOWAY, A. R. Protocol: How Control Exists After Decentralization. Cambridge, Mass.: MIT Press, 2006.

GIAIMO, C. The Spiky Blob Seen Around the World. The New York Times, 1 abr. 2020. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2020/04/01/health/coronavirus-illustration-cdc.html>

GIANNETTI, C. VI Mostra 3M de Arte Digital: WhatsAppropriation. São Paulo: ELO3, 2015.

GRIFFITHS, S. Why your internet habits are not as clean as you think. Disponível em: <https://www.bbc.com/future/article/20200305-why-your-internet-habits-are-not-as-clean-as-you-think>.

GURMAN, M. Apple, Google Bring Covid-19 Contact-Tracing to 3 Billion People. Bloomberg.com, 10 abr. 2020. Disponível em: <https://www.bloomberg.com/news/articles/2020-04-10/apple-google-bring-covid-19-contact-tracing-to-3-billion-people>.

HAIDER, N. et al. COVID-19-Zoonosis or Emerging Infectious Disease? Frontiers in Public Health, v. 8, p. 596944, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.3389/fpubh.2020.596944>.

HAMBURGER, E. I. War of Images and Messages. Disponível em: <https://revista.drclas.harvard.edu/war-of-images-and-messages/>. Acesso em: 3 abr. 2021.

HAMBURGER, E. I. Guerra das Imagens. Rapsódia, n. 12, p. 25–44, 8 jan. 2018. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/rapsodia/article/view/153431>

HARARI, Y. N. The world after coronavirus. Financial Times, 20 mar. 2020. Disponível em: <https://www.ft.com/content/19d90308-6858-11ea-a3c9-1fe6fedcca75>

HARAWAY, D. Antropoceno, Capitaloceno, Plantationoceno, Chthuluceno: fazendo parentes. ClimaCom Cultura Científica, v. 3, n. 5, p. 139–146, abr. 2016a. Disponível em: <http://climacom.mudancasclimaticas.net.br/antropoceno-capitaloceno-plantationoceno-chthuluceno-fazendo-parentes/>.

HARAWAY, D. J. Staying with the Trouble: Making Kin in the Chthulucene. Illustrated Durham: Duke University Press, 2016b.

HITCHCOCK, A. Rear Window. Alfred J. Hitchcock Productions, 1954. Disponível em: <https://mubi.com/pt/films/rear-window/trailer>.

HU, B. et al. Characteristics of SARS-CoV-2 and COVID-19. Nature Reviews. Microbiology, v. 19, n. 3, p. 141–154, mar. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.1038/s41579-020-00459-7>.

IPD Líderes Mundiais. mar. 2021. Disponível em: <https://ipdquaest.com.br/app/ipd.php?ca_id=183>.

JAYO, M. Olhai por nóis. Uma falsificação arquitetônica se reveste de verdade. Minha Cidade, v. 18, n. 213.03, abr. 2018. Disponível em: <https://www.vitruvius.com.br/revistas/read/minhacidade/18.213/6945>.

JENKINS, H. Twitter Revolutions?. Spreadable Media, 2012. Disponível em: <http://spreadablemedia.org/essays/jenkins/#.YLPlGvlKhPZ>.

JORNAL NACIONAL. MTST invade tríplex em Guarujá que é atribuído ao ex-presidente Lula | Globoplay, 16 abr. 2018. Disponível em: <https://globoplay.globo.com/v/6667552/>.

LATOUR, B. Facing Gaia: Eight Lectures on the New Climatic Regime. Tradução: Catherine Porter. Cambridge, UK; Medford, MA: Polity, 2017.

LEMOS, A. A tecnologia é um vírus: pandemia e cultura digital. Porto Alegre: Sulina, 2021.

LÉVY, P. O que é o virtual? Tradução: Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 1996.

LIMA, D. Zumbi Somos Nós. Frente 3 de Fevereiro. 2004. Disponível em: <https://youtu.be/9g7m12ixqjM>.

LOVINK, G.; TUTERS, M. They Say We Can’t Meme: Politics of Idea Compressionnon. copyriot, 11 fev. 2018. Disponível em: <https://non.copyriot.com/they-say-we-cant-meme-politics-of-idea-compression/>.

MACHADO, D. J. et al. Fundamental evolution of all Orthocoronavirinae including three deadly lineages descendent from Chiroptera-hosted coronaviruses: SARS-CoV, MERS-CoV and SARS-CoV-2. Cladistics, 26 abr. 2021. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/cla.12454>.

MACHADO, L.; RODRIGUES, R. Segundo maior cemitério de São Paulo suspende enterros por falta de vagas, dizem funcionários. G1, 30 mar. 2021. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2021/03/30/segundo-maior-cemiterio-de-sao-paulo-fecha-temporariamente-por-falta-de-vagas-dizem-funcionarios.ghtml>.

MAGRITTE, R. La trahison des images [Ceci n’est pas une pipe], 1929. Reprodução disponível em: <https://collections.lacma.org/node/239578>

MALINI, F.; ANTOUN, H. A internet e a rua: ciberativismo e mobilização política nas redes sociais. Porto Alegre: Sulina, 2013.

Manifestações de junho de 2013. Jornal Nacional – Memória. 17 jun. 2013. Disponível em: <https://memoriaglobo.globo.com/jornalismo/jornalismo-e-telejornais/jornal-nacional/reportagens-e-entrevistas/manifestacoes-de-junho-de-2013/>.

MANOVICH, L. The Language of New Media. Cambridge, Mass.: MIT Press, 2002.

MARZOCHI, I. F. Jogos de cena: ensaios sobre o documentário brasileiro contemporâneo. Doutorado em estudo dos meios e produção mediática. São Paulo: ECA-USP, Universidade de São Paulo, 2012.  Disponível em: <https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/tde-22052013-110822/pt-br.php>. 

MATEUS, S. Introdução à Retórica no Séc. XXI. LabCom Books, 2018. Disponível em: <https://labcom.ubi.pt/ficheiros/201804271553-201807_introretorica_smateus.pdf>

MBEMBE. Necropolítica: biopoder, soberania, estado de exceção, política da morte. 1São Paulo: n-1 edições, 2018.

MOHERDAUI, L. Telas urbanas: do néon às projeções efêmeras. Galáxia (São Paulo). n. 45, pp. 179-193, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1982-25532020346223>.

MOORE, J. W. (org.). Anthropocene or Capitalocene?: Nature, History, and the Crisis of Capitalism. Oakland: PM Press, 2016.

NAVAS, E. Remix Theory: The Aesthetics of Sampling. Viena: Ambra, 2012.

NOLAN, C. The Dark Knight. Warner Bros., Legendary Entertainment, Syncopy, 2008. Disponível em: <https://youtu.be/LDG9bisJEaI>.

OBRINGER, R. et al. The overlooked environmental footprint of increasing Internet use. Resources, Conservation and Recycling, v. 167, p. 105389, 1 abr. 2021. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0921344920307072>.

O’CALLAGHAN-GORDO, C.; ANTÓ, J. M. COVID-19: The disease of the anthropocene. Environmental Research, v. 187, p. 109683, 1 ago. 2020. Disponível em: <https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0013935120305764>.

OTTONI, A. Cidades desertas, florestas queimando: assistindo 2020 de nossas poltronas. Revista ARA, v. 10, n. 10, p. 301–336, 20 fev. 2021. Disponível em: <https://doi.org/10.11606/issn.2525-8354.v10i10p301-336>.

PELBART, P. P. Necropolítica tropical. São Paulo: n-1 edições, 2018.

PIFFER, M. Aprisionados. 2021.

POLYDORO, F. DA S.; COSTA, B. S. A apropriação da estética do amador no cinema e no telejornal. Líbero, v. 17, n. 34, p. 89–98, dez. 2014. Disponível em: <http://seer.casperlibero.edu.br/index.php/libero/article/view/103>.

Public Health Image Library. Disponível em: <https://phil.cdc.gov/Details.aspx?pid=23311>.

RANCIÈRE, J. O destino das imagens. Tradução: Mônica Costa Netto. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012a.

RANCIÈRE, J. O espectador emancipado. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012b.

RANCIÈRE, J. A partilha do sensível: Estética e política. Tradução: Monica Costa Netto. 2a edição ed. São Paulo: Editora 34, 2009.

ROMERO, S. Their Government in Chaos, Brazilians Fear the Joke Is on Them. The New York Times, 27 maio 2017. Disponível em: <https://www.nytimes.com/2017/05/26/world/americas/brazil-michel-temer-corruption.html>.

ROLNIK, R. SANTORO, P. et. al. Circulação para trabalho explica concentração de casos de Covid-19. Labcidade, 30 jun. 2020. Disponível em: <http://www.labcidade.fau.usp.br/circulacao-para-trabalho-inclusive-servicos-essenciais-explica-concentracao-de-casos-de-covid-19/>.

SAFATLE, V. Bem vindo ao estado suicidário. Disponível em: <https://www.n-1edicoes.org/textos/23>.

SASSEN, S. Locating cities on global circuits. Environment & Urbanization, v. 14, n. 1, p. 13–30, abr. 2012. Disponível em: < <http://www.saskiasassen.com/PDFs/publications/Locating-Cities-on-Global-Circuits.pdf>.

SCHWARCZ, L. M. O dirigente, a criança e o futuro. Revista Zum, 20 dez. 2020. Disponível em: <https://revistazum.com.br/colunistas/o-dirigente-a-crianca-e-o-futuro/>.

GABRIEL, T. Secundaristas realizam ALESP Fashion Week em ocupação. Vai dá pé, 6 maio 2016. Disponível em: <http://vaidape.com.br/?p=16551>.

SHIFMAN, L. Memes in Digital Culture. Cambridge, Massa.: MIT Press, 2013.

STEYERL, H. In Defense of the Poor Image. In: The Wretched of the Screen. Berlin: Sternberg Press, 2020. p. 38–45.

 “Todos nós vamos morrer um dia”: Veja falas de Bolsonaro sobre o cornavírus. UOL, 2 maio 2020. Disponível em: <https://youtu.be/oegOQ_IakoU>.

‘Você é uma pessoa horrível’, diz Barroso a Gilmar Mendes em sessão do STF. Veja, 21 mar. 2018. Disponível em: <https://youtu.be/TSrU4gFfblE>.

Via transmissão de celular, Bolsonaro fala com população na Av. Paulista. Jair Bolsonaro. 21 out. 2018. Disponível em: <https://youtu.be/H9wxneOnIOI>

VIDAL, J. We are creating conditions for diseases like COVID-19 to emerge. Disponível em: <https://ensia.com/features/covid-19-coronavirus-biodiversity-planetary-health-zoonoses/>.

VIRILIO, P. La inseguridad del territorio. Tradução: Thierry Jean-Eric Iplicjian e Jorge Manuel Casas. Buenos Aires: La Marca Editora, 2000.

VIRILIO, P. El procedimiento silencio. Tradução: Jorge Fondebrider. Buenos Aires: Paidos, 2002.

WARNKE, M. Databases as Citadels in the Web 2.0. In: LOVINK, G.; RASCH, M. (Eds.). Unlike Us Reader – Social Media Monopolies and Their Alternatives. Amsterdam: Institute of Network Cultures, 2013. p. 76–88. Disponível em: <https://networkcultures.org/blog/publication/unlike-us-reader-social-media-monopolies-and-their-alternatives>.